segunda-feira, 13 de junho de 2016

Esplanar I e II


O pai já voltou da aventura pelo Caminito Del Rey e vinha todo contente. A venda da Princesa no Santo António correu muito bem e por isso só tinhamos motivos para comemorar. Assim, tomamos de assalto as esplanadas de Lisboa. A primeira estava muito bem localizada, com um sol lindo de fim de tarde mas não tinha caracóis. Por isso procuramos uma segunda que tinha uns caracóis muito bons e tinha também uma boa localização.


Só faltou mesmo ir à Feira do Livro mas já estávamos muito cansados para andar pelo Parque Eduardo VII acima-abaixo e por outro lado ainda tenho ali um stock de livros para ler.
Adoro esta época do ano, Junho é o mês dos arrais e ainda temos muitos por visitar... isto é só princípio ;)

A Bica é linda

Foto tirada com uma câmara de fraca qualidade - pedimos desculpa

Neste Santo António fugimos para a Bica. O pai não estava cá e a mana tinha ido trabalhar para uma banca do Santo António. Assim, eu e o Pimpolho divertimo-nos na exploração do Bairro da Bica, comemos umas bifanas no pão pois não encontramos mesa e comer sardinhas em pé não dá jeito. Queríamos farturas mas não encontramos em lado nenhum. Assistimos a vários espectáculos ao ar livre e adorámos o ambiente. Aqui fica a fotografia possível do Miradouro de Santa Catarina (Adamastor) que é um local lindíssimo.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Leitura Detox

Resultado de imagem para mataram a cotovia

Depois da verdadeira banhada que foi este livro comecei a ler "Mataram a Cotovia" de Harper Lee e fiquei rendida. Ainda vou a meio (o tempo desponível é pouco) mas estou a adorar. A história transporta-me para a minha própria infância, cheia de aventuras com a minha irmã, os meus primos e os meus amigos e muita politiquice pelo meio (pois a minha infância decorreu nos quentes anos 70). Enfim, estou a adorar a história do livro e a recordar a minha própria história. Uma boa leitura, recomendo.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Musica do Trevo #80



Sabe tão bem...

A B. é o meu apoio administrativo há 11 anos. Ela coordena toda a parte administrativa do meu trabalho, controla os custos dos projectos e dos processos exteriores, organiza-me todo o tipo de processos, compõe/finaliza  os meus documentos, sendo sempre uma excelente profissional. Ao longo destes 11 anos temos também  sido o apoio uma da outra na nossa vida pessoal. Ela nunca quis perceber se eu era uma pessoa depressiva, bipolar ou maluca de todo. Ela respeitou a minha privacidade mas ao mesmo tempo deu-me força tanto pessoal como profissionalmente. Eu gosto muito de trabalhar com ela. E por estes dias, quando terminamos um projecto que estou a coordenar (é outro projecto, não é o que me está a deixar maluca), virei-me para ela e disse-lhe que gostava muito de trabalhar com ela. Ao que ela me respondeu que ela também gostava de trabalhar comigo, que  somos uma unidade, que para onde eu fosse (dentro da organização para a qual trabalhamos) ela iria comigo. Soube mesmo bem ter este feedback de uma pessoa que trabalha contigo. <3

E depois a maluca sou eu...

Sabem aquele projecto que eu ando a fazer que não é para fazer? Hoje informaram-me que o Director querer afinal quer o projecto nos mesmos moldes. Pronto, lá vou eu dar o litro... e já ando tão cansada e sem tempo para nada... e blá, blá, blá...

Musica do Trevo #79



quarta-feira, 1 de junho de 2016

Eu não estou a acreditar...

Estão a ver o projecto que tinha de entregar entre amanhã e sexta-feira? Que levou semanas de trabalho, fins de semana, feriados e noites em claro? Que me fez entrar em hipomania? Estão? Ora, pois bem, as minhas chefias agora não querem aquela solução, querem outra e o trabalho que tive a fazer nos últimos tempos com tanto afinco vai todo para o lixo. :(((