quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

A rede

Viver com a doença bipolar é como andar na corda bamba, às vezes pendemos para um lado, outras vezes para o outro e outras ainda em que caimos.
Quando caio, tenho uma rede que me suporta. Uma rede feita dos laços que me unem à minha família, aos meus amigos e aos meus colegas. Uma rede que eu teço, remendo e que me restítui o equilibrio. Porque também podemos andar na corda bamba e manter o equilíbrio durante muito tempo.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Uma família que cresce

Por estes dias a minha família cresceu mais um bocadinho. Nasceu o H., um bebé ruivo e muito calminho que se veio juntar ao clã enorme que é a minha família. Nós já somos tantos que nos Natais e nas Páscoas das nossas vidas nos reunimos à volta de duas grandes mesas.
Eu adoro famílias extensas em que a roupa passa de irmãos para irmãos e de primos para primos. Assim como os livros, os brinquedos, as histórias e as aventuras. É bom partilhar, enriquece-nos a alma.
Por outro lado, a sensação que tenho é que a minha família está sempre a aumentar nunca diminui nem mesmo quando alguém passa para o outro lado. As memórias que tenho destes meus familiares continuam tão vivas como se eles estivessem por cá, como se o meu avô continuasse a perguntar-me as tabuadas ou estivesse às cavalitas do meu tio.
Adoro famílias com memórias vivas e pessoas presentes.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Bipolar is my illness is not my way of life


The Ting Tings - That's Not My Name

A Troca

Hoje, eu e o meu excelso esposo, tínhamos pensado em ir jantar a sós a um restaurante alternativo e depois ir a um evento.
Tínhamos... Mas aconteceu algo que perturbou a minha filha adolescente e ela precisou de ir espairecer. Assim, combinou com uns amigos jantar fora.
E pronto, ficámos presos ao pimpolho. 
Como esta pessoa mais pequena há muito que queria um jantar de cachorros quentes, foi mesmo esse o nosso jantar: cachorros quentes preparados com orgulho pelo pequeno infante.
Não tivemos o nosso jantar, mas temos uma criança contente e uma adolescente menos triste.
Valeu a pena a troca.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

The xx - Crystalised


Muito bom... e ponto final.

Pequenos prazeres da vida

São 7 da tarde. O meu filhote está ao piano praticando as suas pequenas peças. Há notas soltas no ar que chegam para me envolver como uma massagem suave. Vivo para estes pequenos prazeres da vida.

Pensamento

A doença bipolar é uma doença do corpo (cérebro mas não só) que afecta a alma.
A depressão é uma doença da alma que afecta o corpo.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Ao ponto a que isto chegou. Que mais será preciso para que este governo deixe de nos desgovernar.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Mais orgulho nacional




Conheci ao vivo o trabalho da nossa artista plástica, Joana Vasconcelos, numa tarde solarenga de um domingo de Páscoa aqui há já alguns uns anos atrás na Vila de Óbidos. É uma daquelas tardes de Primavera   que recordo para sempre não só pelo tempo que estava como pelo prazer que tive em visitar a exposição da  Joana. O tempo passou e a Joana foi crescendo para o mundo. Hoje ficamos a saber que a exposição da Joana em Paris foi a mais vista de sempre nos últimos 50 anos. Está tudo aqui. Estamos orgulhosos!
Mais tarde voltei a Óbidos no meio de uma crise maníaca mas isso é outra história.