sexta-feira, 27 de junho de 2014

O trabalho glorifica - we are the ones to make this work right

O pai Trevo desunha-se a trabalhar numa empresa inglesa com departamentos em Portugal. Eu divido-me entre vários, projectos, relatórios e informações. A filhota, de dezassete anos, dá explicações de disciplinas do 12º ano em que é uma barra e trabalha em part-time na empresa de uma amiga. O pequeno, o pequeno vende pulseiras de elásticos feitas por ele próprio. A vida nem sempre nos correu bem, o pai esteve desempregado, eu estive em empresas onde era pressionada ou não me pagavam a horas e a filhota esteve desorientada quanto ao curso a seguir. Porém a virtude não está em sermos sempre bons mas sim em conseguirmos dar a volta por cima e em acreditarmos em nós, acreditarmos que fazemos bem e em sermos proactivos..

We trust

terça-feira, 17 de junho de 2014

Estava boa a feira? Sim, estava boa a festa

Ainda não contei nada sobre a nossa feira do livro. Pois a família do Trevo passou por lá. Primeiro foi comer uns petiscos acompanhados de um bela imperial e seguidos de uma boa fartura. Depois fomos em busca do Bukowski esgotado nos alfarrabistas. O livro era para a princesa mas infelizmente não havia em lado algum. 
Mulheres
Quanto a mim, eu tenho imensos livros para ler aqui em casa. Livros que compro quando estou em fase maníaca (a mim dá-me para isso), livros que me ofertaram e livros que agora a minha filha aconselha a ler.
A minha fofinha ficou desolada e ficou incapaz de escolher outro livro para trazer.
Para aliviar o espírito fomos à sessão de autógrafos da Kingpin of Comics. Lá encontramos o Mário Freitas, o Osvaldo Medina, o André Oliveira e mais pessoal. Foi bom ver a adesão do público da feira à BD made in Portugal. Eu acredito no espírito empreendedor, no profissionalismo e na criatividade da Kingpin e portanto faço aqui a minha publicidade: acreditem os comics deles são de extrema qualidade.Por outro lado o pimpolho estava todo orgulhoso pondo-se de ladecos com o pessoal que estava a dar autógrafos e que ele conhece desde sempre.

Hawk - André Oliveira, Osvaldo Medina e Inês Falcão

O Baile - Nuno Duarte e Joana Afonso

segunda-feira, 16 de junho de 2014

A força de um povo...

A força de um povo não se mede por um jogo de futebol. Mede-se pela capacidade de reivindicar um melhor sistema de saúde, melhor educação e melhor justiça. Mede-se pela exigência de  medidas quanto à quebra de natalidade. Mede-se pelo valor da taxa de abstenção. Mede-se também, pela qualidade e desempenho no trabalho. Pelas atitudes cívicas que se impõem a quem vive em sociedade. Mede-se por exigir cultura e também cultivá-la. Mede-se pelo barómetro que nos faz estar atentos ao que se passa lá fora. Não devemos ficar derrotados por um jogo. Devemos pegar no espírito de Portugal, como nação valente e imortal, e aplicá-lo no nosso dia a dia.

domingo, 15 de junho de 2014

Momentos de m****

Momento 1 - deixar cair um telemóvel com 1 mês de vida na sanita.

Momento 2 - lavar uma máquina de roupa escura com lenços de papel à mistura.

Este fim de semana só faço m****!

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Prova superada

A cabeça de um maníaco depressivo funciona assim: ai não sou capaz de sair da cama, ai não sou capaz de tirar a loiça da máquina, ai não sou capaz de fazer isto, ai não sou capaz de fazer aquilo, ai mi mi mi. Por outro lado a minha parte que funciona bem está sempre a dizer ergue-te, age, força e por aí. E foi isso que aconteceu hoje quando me atribuíram este "camião Tir" para conduzir por entre ruas estreitas e fazer inversão de marcha em caminhos agrícolas. Primeiro fiquei surpresa mas não vacilei e peguei no bicho. Não podia decepcionar o meu chefe e as pessoas que contavam comigo. Assim, lá andamos, numa bela manhã de Verão, por campos e aldeias fazendo o nosso trabalho. E à hora de almoço tinha dado a prova como superada. 

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Trevo-Reboliço

Chegámos agora do ortopedista. A princesa tem estrutura óssea e muscular para fazer pontas. Estamos super contentes. Esta tarde vamos comprar as sapatilhas no Ballet Etc e à noite já vai haver aula de pontas para a pipoca.


Hoje também vamos coscuvilhar o alfarrabista aqui do bairro e buscar um livro à Bertrand que estava super esgotado. Nós por aqui temos um plano especial de leitura do Trevo sobre o qual tenho de falar um dia destes e que nos deixa ensonadas pela manhã pois ficamos a ler até às tantas. 
Por aqui há ainda projectos no trabalho a terminar (e outros a começar). Há remodelações do lar do Trevo em desenvolvimento. Sardinhas e caracóis a comer. Passeios a fazer e muita roupa para passar a ferro. Visitas e jantares em família, demandas ao Ikea e... trabalhar, sim porque esta semana trabalhamos.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Marretas

Eu adoro os meus colegas, são profissionais, bem dispostos, companheiros, sempre prontos a ajudar. Mas às vezes, depois de um almoço regado com branquinho de Bucelas, ficam assim:

1º colega - Oh pá, o google maps não me dá nada para a rua Doutor Nuno Álvares Pereira!.
2º colega - Mas olha o homem não é Doutor é Dom. Dom Nuno Álvares Pereira, foi quem descobriu o caminho marítimo para a Índia.
3º colega - Vocês estão a fazer uma enorme confusão! Dom Nuno Álvares Pereira foi quem descobriu o Brasil