quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Adeus King

Na última semana uma das noticias que mais mexeu comigo foi esta. Os Trevos mais velhos desta casa gostavam deste cinema não só pelo cinema como também pelo café e pela livraria. Aliás a última vez que lá estivemos foi por ocasião do lançamento de um livro de um amigo do Sr. do Trevo.
Infelizmente é um cinema que vai para rol das salas que desapareceram como o Quarteto, o Mundial, o Saldanha Residence, o Londres, o Condes, os Alfas e o Éden. É verdade que também abriram novas salas, mas também é verdade que os filmes exibidos nas mesmas são mais comercias. Pronto, é mais um pouco  da coltura que morre.

Só e vazia


A madrugada chegou e eu ainda não passei pelo sono
O meu corpo está gelado e a minha alma está deserta
Lá fora já se ouve o chilrear dos passarinhos
O sol vai nascer no rio envolto num céu cor de rosa
E o meu corpo teima em não descansar
Estou só e vazia no meu tormento
Não há maleita mais destrutiva 
Do que a p*** da insónia

domingo, 10 de novembro de 2013

Eu tenho uma mala chique...

O meu lado mundano gosta muito desta malinha da Louis Vuitton:


Mas como não tenho orçamento para dar 660€ por uma mala (e mesmo se tivesse não dava) comprei esta malinha chique que encontrei na Parfois por 23€.


E assim sou eu: chique e económica.



100 Anos

Ontem fiquei a saber que mais uma minha colega de faculdade tinha sido despedida. Motivo: redução de custos. Afinal parece que o senhor sempre tinha razão.



Saúde Mental

Esta notícia ficou-me a remoer a semana toda.
Suicídios são acontecimentos que mexem comigo. Não só porque já andei lá perto mas porque neste caso foi levado para a morte uma criança inocente. Isso não consigo compreender. Também nunca estive numa situação de disputa familiar. O que não entendo é como ninguém ajudou esta senhora.
De qualquer das formas o que me apraz dizer sobre este assunto é que a saúde mental não está suficientemente implantada no nosso país. Por um lado há ainda a ideia que um psiquiatra é só para maluquinhos. Ora os maluquinhos de verdade são precisamente os que andam mais equilibrados e fazem vidas absolutamente normais e corriqueiras. Por outro lado o acesso à primeira consulta de psiquiatria, no Hospital Júlio de Matos por exemplo, leva uma eternidade. E esse tempo em excesso é crucial para uma pessoa que está com problemas graves a nível mental. As consultas de psicologia no SNS são uma raridade. E mesmo quando se recorre ao privado o panorama não é brilhante, parece que os médicos não estão atentos aos sinais das doenças mentais. No meu caso, foi preciso 14 anos e mudar de médico para me diagnosticarem correctamente a doença. E uma das primeiras médicas que me acompanhou chegou a dizer que o meu problema é eu era muito sensível. E pois sou, sensível e bipolar.

Placebo - Pure Morning

sábado, 9 de novembro de 2013

Capítulos da vida na Trevolândia #4

O pai foi jantar fora com uns antigos colegas da faculdade. Faz-lhe  bem.
As crianças ofereceram-se para fazer o jantar. Pelo cheiro, parece a apetitoso.
E eu estou por aqui ouvindo o meu canal de televisão preferido, o VH1, e passando roupa a ferro.
Às vezes os momentos mais confortantes são os mais prosaicos.
 
Sonique - It feels so good

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Capítulos da vida da Trevolândia #3

Filho - Pai, esta semana tivemos um sismolácro na escola.
Pai - Não é sismolácro que se diz, é simulacro.
Filho - Oh pai, isso é quando é um incêndio. Quando é um sismo é sismolácro. Não percebes nada...

Musica do Trevo #14

Ben Pearce - What i might do