sábado, 27 de setembro de 2014

Prémio: Percebe mesmo de revistas cor de rosa

Ao ver o telejornal:
Trevo Man: Olha o George Clooney vai casar?
Esta que sou eu: Vai.
Trevo Man: Mas ele não era casado?
Esta que sou eu: Não, ele era o solteirão mais cobiçado de Hollywood.
Trevo Man: Eu ia jurar que o homem era casado.
Esta que sou eu: Pois.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Musica do Trevo #22


Um dos segredos para ser bipolar e ser normal, para além dos medicamentos, é termos sempre perto uma mão verdadeira amiga para nos recarregar de energia positiva. Mas acho que isto se aplica a todas as pessoas, bipolares ou não.

Musica do Trevo #21


É que é mesmo isso

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Musica do Trevo #20


Coisas que eu sei

Sei que o tempo vai ficar mais cinzento quando os dias começam a ficar mais curtos, quando uso um casaco pela manhã, quando começo a usar meias e quando deixo a manteiga fora do frigorífico. Sei também isso quando percorro as minhas ruas e me cheira a terra molhada. Sei isto tudo mas também sei que o final de Setembro ainda não é altura para esse tempo. :((

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Elucidativo

Mãe: O que almoças-te hoje?
Pimpolho: Uma carne.
Mãe: Com quê?
Pimpolho: Com coisas.
Mãe: Uhm... E comes-te a sopa?
Pimpolho: Acho que sim.
Mãe: Achas que sim ou achas que não?
Pimpolho: Não sei, depois aconteceram umas coisas e agora não sei.
Mãe: Que coisas?
Pimpolho: Ora coisas. Não me apetece explicar.
Mãe: Pois. E no apoio o que fizeram?
Pimpolho: Olha cenas.
Mãe: Ah! E já tens muitos amigos?
Pimpolho: Tenho o Y. e o D.
Mãe: E os outros colegas são fixes?
Pimpolho: Olha mãe, não me apetece falar.

Pronto e é isto. Ao fim de uma semana de aulas pouco mais sei...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Musica do Trevo #18


Gosto da musica, o video dá que pensar.

Experiências do Trevo

- Pai, viste a meteorologia? Como é que vai estar o tempo amanhã?
- Vai estar cinzento e chuvoso como hoje.
- Oh mãe, o que queima mais depressa, folhas secas ou papel de jornal?
- Mas J. precisas de saber isso tudo porquê?
- Ora mãe, eu preciso de saber pois ando a tentar queimar folhas secas e papel de jornal com a lupa mas não consigo. Acho que é por causa do tempo.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Desafio

A Maria do Blog A Próxima Curva desafiou-me a responder a este inquérito e ele aqui vai:

1. Você não sai de casa sem...as chaves de casa e os telemóveis, o pessoal e o de serviço. (A vida de um bipolar tem de seguir regras, medicação, horários a cumprir e passos a dar por isso é muito importante para mim verificar se tenho estes artigos pois a minha tranquilidade e o meu equilíbrio dependem disso pois ao contrário eu entro um pânico).

2. Animal favorito...o cão (Gostávamos de ter um mas vivemos num apartamento, há sempre o problema de levar o cão à rua, não me estou a ver de Inverno à chuva e ao frio a passear o cão e temos a questão do meu humor não ser constante o que não ajuda a tratar do bicho)

3. Sapato favorito...com a medicação os pézinhos de uma bipolar ficam inchaditos e chegam a aumentar dois números, assim o sapato a usar tem de ser superconfortável

4. Produto de maquilhagem indispensável...Pérolas bronzeadoras. Este produto produz o efeito saudável de teres andado ao Sol e isso é muito importante porque assim sempre que lavas as mãos e te olhas ao espelho vês um rosto cheio de energia positiva. É tão bom como um antidepressivo.

5. Maior sonho...Ter mais uma criança. Mas não vai ser possível e não é pela minha doença, as minhas gravidezes de alto risco ou termos a família a 300 km de distância. É mesmo por causa da crise que também se abateu sobre a Trevolândia. Não podendo cumprir este sonho a minha maior meta é ler todos os livros bons e possíveis antes de morrer.

6. Maior defeito...A medicação para prevenir crises maníacas provoca desaceleração e isso parecesse com preguiça, uma preguiça medicamentosa e necessária mas que me impede de fazer tudo aquilo que quero.

7. O que irrita nas pessoas...A hipocrisia

8. Comida favorita...Adoro cozinha de batatas (prato típico do barrocal algarvio feito com batatas, pão caseiro, ovos de galinhas do campo e feijão verde biológico - feito pela minha mamã é de comer e chorar por mais) e Mars gelado (dar uma tricadela produz uma quantidade enorme de serotonina)

9. Doce ou salgado...Salgado

10. O que me deixa feliz...Ter os meus amigos e a minha família reunida em harmonia.

11. Escolher 5 blogues para este desafio...Ora eu não "conheço" cinco bloguers e ninguém é obrigado a responder, aqui estão eles:

Mãe bipolar, filha Jacaré

Nota: Este post foi publicado com um problema na imagem das pérolas que teimam em não sair daqui... desisto

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Friozinho na barriga

Hoje tenho um friozinho na barriga. Começaram as aulas do 5.º ano do meu menino numa escola diferente. Antes, e desde que a minha licença de parto terminou, o meu pimpolho andou sempre no mesmo colégio. Contando com os anos em que a irmã lá andou foram 17 anos seguidos a caminhar para a mesma instituição. Mas precisávamos de encontrar outra solução, a direção do colégio não queria inserir decreto-lei 3/2008 e o nosso filhote, com défice de atenção, precisa de ser devidamente acompanhado. Por isso, e também pela parte económica, resolvemos colocá-lo no ensino público. O processo de transição do J. de escola foi verdadeiramente kafkiano. Por exemplo a meio de agosto ainda não tinha vaga, houve uma altura que não sabiam do processo e na quinta-feira passada estava matriculado numa turma de 6.º ano. Mas pronto, tudo se resolveu.

Sexta-feira foi apresentação da escola nova. A exposição sobre escola feita pelos professores foi excelente, ficámos a conhecer tudo. Verificámos que por um lado a escola é enorme mas por outro lado não tem as mesmas condições. A biblioteca é simpática, assim como o refeitório e o bar. Não há auditório. Os campos não são de relva sintética e não há piscina. Porém tanto a directora de turma como os elementos da direcção mostraram imensa abertura, disponibilidade e dedicação. Foi um bom prenúncio. Espero que assim se mantenha. 
Já fui buscar o rapaz mas ele não dá muita conversa. Quando lhe faço perguntas diz que sou chata. Parece-me satisfeito mas está mais interessado em ver o Disney Channel. Conclusão: deve estar tudo bem.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Bodas de ouro


A 6 de Setembro celebrou-se um casamento ralhado que já deu muitos frutos. Passados 50 anos voltaram-se a reunir muitos dos que estiveram presentes nessa data. É verdade que outros, pela lei da vida, não puderam estar presentes mas foram compensados por tantos outros que nasceram entretanto. Foi lindo ter tanta família e tantos amigos. Estou muito orgulhosa dos meus papás. E posso dizer que 50 anos não é um fim, é uma continuação, é uma boa altura para fazer projectos, programar férias e mudar de casa. Ao J. e à C. desejo que gozem este casamento por muitos e longos anos. 

Pimpolho vaidoso

- J. porque razão andas com o boné se hoje tem chovido que se farta?
- Oh mãe isto não é um boné, é um cap e não serve para o sol, é um acessório.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Electrodoméstico tentador

Por causa da nova dose de olanzapina engordei imenso desde da segunda semana de Agosto. Agora para mal dos meus pecados e devido a tanta rambóia tenho o frigorífico cheio com os restos das seguintes tentações:
- mousse de maracujá;
- mousse de manga;
- bolo de maçã com passas e canela;
- queijos vários;
- dois tipos de paté.

Não posso lá ir, não posso lá ir...
Domingo vou entrar em dieta. Ponto final!

Clube dos Poetas Mortos


Durante as minhas férias em alcateia fui surpreendida com a morte do actor Robin Williams e com  contraste entre a atitude que ele tomou e a sua alegria nos papéis que ele representou. Mas a doença bipolar é assim, pode levar tanto a este extremo como ao outro. Podemos dizer que tudo se resolve com força de vontade e medicação mas não é assim. A bipolaridade é uma doença química, uma pessoa descompensa mesmo sem razão aparente e depois pode ser difícil de compensar. Por outro lado com medicação fica-se entre a espada e a parede, de um lado tens a doença e do outro os horríveis efeitos secundários. Não é fácil e quando se está no estado mais profundo da doença, é completamente penoso.
Para sempre ficam as suas representações e o seu sorriso contagiante.  

terça-feira, 2 de setembro de 2014

E a rambóia continua

1. Hoje aniversário do Pai Trevo;
2. Amanhã aniversário da Tia Trevo mais nova;
3. Sexta à noite fazemos 300 km para ir ao aniversário da Sobrinha Trevo Gémea mais velha;
4. Sábado Bodas de Ouro dos Avós Trevo;
5. Sábado à noite aniversário da Sobrinha Trevo mais nova.

Continuo em hipomania e tem havio alguns problemas kafkianos com a escola do Rapaz Trevo mas com um calendário destes tudo se supera.