domingo, 3 de abril de 2016

Fim de semana sem o puto

O nosso pimentinha é muito absorvente. Ao fim de semana há sempre trabalhos de casa para concluir. Se não é isso, é porque tem que subir, de canoa, o rio Trancão entre o Tejo e o Loures Shopping. Ou tem de ir desde Sacavém até ao Terreio do Paço de bicicleta. Ou traz os amigos para casa para lanchar. Ou há uma festa de anos. Etc, etc.. De maneira que quando ele está com os avós a queimar os últimos cartuchos das férias, nós (eu e o pai) também estamos de férias. Assim, e como a princesa é bem crescidinha e independente, tivemos um fim de semana só para nós que foi aproveitado da melhor maneira.



Deste modo começamos por jantar, na sexta-feira, no Hansi que é um restaurante austríaco situado no Cais do Sodré. Tem umas salsichas e umas batatas de outro mundo e, tem a particularidade de me fazer reviver os bons momentos que passei em Viena. Depois fomos a um dos irlandeses do Cais tomar um Jameson. E também para o Sr. do Trevo foi um reviver de coisas boas porque ele estudou na República da Irlanda e tem muito saudosismo desse país.

 

No sábado começamos a tarde por ver a exposição Esconjurações de José de Guimarães na Fundação Millennium BCP. Tivemos imensa sorte, colámo-nos a uma visita guiada (ficámos a saber imensas coisas) e no fim ofereceram-nos um livros sobre o artista plástico. De resto adorámos a exposição, de facto J.G. é um dos nossos artistas da pop art mais marcantes e tivemos dificuldade em encontrar uma obra favorita. Adoro os temas, as cores, as luzes, enfim tudo. Nota curiosa, J.G. é também engenheiro militar, no ramo das telecomunicações, e é a prova que os engenheiros também têm sensibilidade para a arte e podem ser profícuos nessa área. Atenção que esta exposição é muito boa e só vai estar patente até 20 de Abril.


Resultado de imagem para ferrari pastelaria

Depois da exposição ficámos cheios de fome e fomos lanchar à Ferrari. Foi a primeira vez que lá fomos e gostámos imenso dos bolos (tem bolos de quase todas as regiões do país) e do atendimento. É um local a voltar aquando dos nossos passeios pela Baixa.



Por fim, na noite de Sábado fomos ao Jamaica no Cais do Sodré. Nós somos fans daquilo, adoramos a musica (anos 80), o ambiente, tudo. Pena é que aquilo, o Tóquio e o Europa  vão fechar para dar lugar a mais um hotel. Por isso temos que ir lá assíduamente antes da estocada final. Pronto, foi bom, gostámos, dançámos imenso e viemos, mais uma vez, felizes para casa.

Hoje ainda pensámos em ir ver uma peça de teatro mas as compras do supermercado, a roupa para passar e a organização da casa falaram mais alto. Fica para o próximo fim de semana.

E é isto, adoramos o puto, mas uns dias sem ele fazem-nos muito bem.
 

1 comentário: