quarta-feira, 17 de junho de 2015

Afagando as minhas crias

Adoro abraçá-los contra mim, beijá-los nas faces carnudas, cheirá-los.
O meu filho tem o meu cheiro, o cheiro ácido dos ruivos.
A minha filha, por outro lado, tem uma pela morena que cheira a baunilha e a especiarias.
Adoro comprimir o corpo seco, musculado e ainda infantil do meu filho contra mim. Despentear o seu cabelo e murmurar-lhe coisas aos  ouvidos.
Também adoro afagar o cabelo azeviche da minha filha mas agora ela já não deixa.
Eles crescem muito depressa e por isso há que aproveitar todos os bocadinhos porque mimo nunca é a mais.

Sem comentários:

Enviar um comentário