sábado, 22 de novembro de 2014

Pipoca na cozinha - Envenenados por louro

Às quintas-feiras à noite a mãe Trevo tem ioga e o pai  Trevo tem alemão. Assim, cabe à princesa fazer o jantar. Uma destas quintas a pimpolha fez bifes com natas e cogumelos e quando eu cheguei a casa ela serviu-me um pratinho da sua iguaria. À primeira garfada estranhei o sabor e comentei :
- Ò C., quanta quantidade de louro puseste na comida?
- Ora mãe, pus meio frasco de louro (um frasco de doce, note-se). Achas que pus pouco?
- Devia ter sido só uma folhinha.
- Ah!



Para compensar, uns dias de pois, ela fez um bolo mármore que estava muito bom e desapareceu enquanto um diabo esfrega um olho.

Sem comentários:

Enviar um comentário