terça-feira, 21 de outubro de 2014

Notícias que me irritam a alma #1

A propósito desta decisão do Supremo Tribunal Administrativo que é de arrepiar tenho a dizer o seguinte:

1º - Estão a ver os adolescentes e jovens adultos dos anos 60 e 70. Aqueles das greves académicas, os que foram pioneiros a fumar substâncias estranhas, os foram perseguidos pela Pide, os que tiveram que emigrar por razões políticas ou económicas, aqueles que gramaram com a guerra colonial, aquelas que começaram a evadir o mercado de trabalho, as primeiras a usar mini-saia, as pioneiras no uso da pílula, aqueles que conseguiam ler nas entrelinhas, os que trocavam, às escondidas, discos e livros proibidos, o pessoal do People and Love, do Freedom, dos Beatles, do Zeca Afonso e dos demais e por fim aqueles que começaram uma revolução de mentalidades inclusive a nível sexual, esses jovens têm hoje entre 60  a 70 quiça 80 anos. Pois bem essa malta agora entope-me a caixa de correio com mails todos os dias (principalmente mails a dizer mal do governo), passa mais horas no FB que os próprios netos, invadem as piscinas em aulas de hidroginástica, fazem petiscadas com antigos camaradas de armas, levam e trazem os netos às escolas, à natação e ao violino, fazem caminhadas de 24 km, recordam os episódios em que distribuíam, às escondidas, O Avante, fazem férias com os amigos desde o tempo da primária, discutem literatura e política com os netos adolescentes, fazem reuniões com toda a família nas pascoas e natais desta vida. Pois bem, vocês acham que este pessoal, que fez e faz tudo isto, não praticam o amor. 

2º caso - Eu, sou bipolar e tenho 2 filhos (gostava de ter mais um).
2a - Filhos - É voz corrente que os bipolares não devem ter filhos que e tal é complicado e depois assim e dá uma crise e mais um trecolareco. Tudo tretas eu tive dois e quando foi do segundo já sabia que padecia de uma doença mental (não sabia era qual) mas fui bem seguida e tudo correu muito bem. Por isso, por aqui e desde que eu consiga convencer o Sr, Trevo (a ter outro filho, é evidente) preciso dos meus órgãos sexuais inteirinhos.  Até que, a bem da nação, há interesse que os casais tenham mais filhos.
2b - Prazer bipolar - Pois aqui está uma grande questão. Quem toma a quantidade de lítio, olanzapina e ácido valpróico como eu não têm líbido, zero, niqules, rien de rien. Mas acontece que isso se passa no cérebro que é o nosso maior órgão sexual e uma pessoa, como eu, consegue dar volta à falta de desejo com afecto, amor, carinho e boas recordações. É um preço muito alto a pagar podem pensar mas eu vejo mais como uma etapa. Por outro lado eu não sou uma unidade, faço parte de um casal e é importante para o nosso relacionamento o acto do amor.Por isso por aqui também preciso de ficar intacta.
2c - A Idade - Eu tenho 45 anos, é verdade, tenho uma filha a fazer 18 anos. Estou num relacionamento há muitos anos mas sinto-me jovem, com sede de viver, adoro música, ler, estar com os amigos, as traquinices do pimpolho, discutir livros com a princesa, ir dar um pé de dança, uma cuba livre (uma apenas) e tudo o resto. Os quarenta são os antigos 30 (com a vantagem de já termos filhos crescidos).e eu gosto de ainda me sentir sexy. Como seria se me acontecesse o mesmo que aconteceu a esta senhora. Para mim era trágico.

Pronto tenho dito. Agora tenho que ir tratar do Pimpolho que ele amanhã tem teste de Matemática.

1 comentário:

  1. Fiquei sem palavras e de queixo caído quando acedi ao link para ler o texto....Olha eu fui mãe pela primeira vez uma semana antes de fazer 44 e pela segunda aos 46...acho que não preciso de acrescentar mais nada...!!!
    Nem acredito nas coisas que temos de aturar neste país!!!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar