terça-feira, 8 de julho de 2014

Extraordinário

Ontem deu-se um acontecimento extraordinário na Trevolândia. Penso mesmo que os planetas se alinharam de forma a transmitir uma onda de serenidade a este lar. Ontem, ao fim da tarde, não apareceram meninos para brincar com o pimpolho. Não houve raides ao frigorífico. Não tive de ir a correr ao Pingo Doce comprar alimentos para gente esfomeada. Não houve convidados para o jantar. A pipoca não estava cá pelo que não tivemos de ir pô-la, esperar e trazer-la do curso intensivo de ballet. E não houve meninos ou adolescentes para dormir cá em casa. 
Tínhamos o jantar feito de véspera. Foi só jantar, arrumar a cozinha, estender roupa e por roupa a lavar.
Magnífico! Depois foi desfrutar de um serão com uma mão no ferro de engomar e um olho na Sic Notícias.
Assim em paz e tranquilidade.

Desde o início das férias isto tem sido um entra e sai de gente, palco de brincadeiras de pequenos turbilhões e um best of de festas do pijama. É bom, é verdade mas é preciso ter muita estaleca.

1 comentário: