terça-feira, 10 de setembro de 2013

Regressos

Por aqui vão-se preparando os regressos. O regresso ao apoio psicopedagógico do mais pequeno. O regresso à escola dos dois trevinhos. E o regresso às actividades extra-curriculares dos meus rebentos. 
Em relação às actividades extra-curriculares do mais pequeno tenho que ser eu a tratar do assunto como é óbvio. Mas da minha adolescente já estou à espera que ela trate de tudo e sou estou à espera de pagar a mensalidade. 

Ora acontece que ontem por volta das seis e meia da tarde, quando me preparava para merendar, dar banho ao pipoco, ir ao supermercado e acompanhar o pimpolho nuns tpc, sou surpreendida com o seguinte telefonema.  
- O mãe eu já estou aqui perto da academia podes-me vir trazer o saco do ballet? Ah e tal traz-me os sapatos de carácter, as sapatilhas de cetim e o costume. E depois podes ir buscar a R. à saída da estação de metro que ela está super atrasada e assim poupava algum tempo.
Mas eu não fazia ideia que havia ballet já hoje... Eu não faço ideia onde anda o equipamento de ballet no meio da selva amazónica que é o quarto de adolescente da minha trevinha. E o tempo é pouco.
Faço uma expedição ao quarto e facilmente encontro os sapatos de carácter pois estavam dentro do saco de ballet. As sapatilhas de cetim foi ainda mais fácil. Estavam guardadas religiosamente na mesa de cabeceira. As sapatilhas de treino também foi fácil. Estavam desarrumadas. Foi fácil. Agora o maiô e os collants é que não havia meio de aparecerem. E ai que a professora exige sempre o equipamento como deve ser. Procurei, nada. Procurei na roupa lavada, nada. Eu sabia que no final do ano lectivo tinha lavado o equipamento mas mesmo assim procurei na roupa por lavar, e nada. Nisto chega o pai e resolvemos fazer nova expedição à selva amazónica. Então não é que muito bem arrumadinho encontramos o maiô e os collants. Pronto, isto já estava, o pipoco estava no banho e agora só faltava ir buscar a colega ao metro. O tempo estava bem contadinho e não é que a miúda tinha que estar na outra saída de metro.
Com quinze minutos de atraso chego à academia. Entrego o equipamento à minha miúda e raspo-me para o supermercado. Chego a casa com a comida para fazer o jantar e tenho esta recepção.
- Ai e tal levas-te muito tempo. E eu não me dei conta e esqueci-me que o J. estava a tomar banho e quando fui dar com ele estava todo encarquilhado. Encarquilhado mas feliz, porque ele fez cá um banho...

A minha vida por aqui é bocadinho disto.
A cuidar de bailarinas desde 2000.

Sem comentários:

Enviar um comentário