quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Os maníacos e o dinheiro

Ontem foi o Dia Mundial da Poupança e o dia em que eu acabei da pagar as minhas contas todas do mês que vem. Enchi o depósito de gasóleo do meu carro, paguei o colégio, o piano, o ballet, a empregada, a taxa de esgotos, etc. Agora com o dinheiro que me resta tenho um plafond para gastar no supermercado, nas refeições que tomo no trabalho, na roupa que vou usar num acontecimento social e nos sapatos que vou comprar para os miúdos. Nos meses em que tenho menos despesa guardo o dinheiro para os meses em que tenho uma despesa maior. Por exemplo, só o IMI é metade do meu ordenado. Se não fosse assim não conseguia.
Mas nem sempre foi assim, entre 2007 e 2011, coincidindo com as fases que eu andava maníaca, eu gastava dinheiro a mais da conta. Podem me perguntar para onde ia o dinheiro mas é difícil explicar. Por exemplo, comprava coisas cá para casa que não me faziam falta. Roupa, livros, brinquedos, etc.
Hoje sei que um sinal de que estou a ficar doente é começara fazer compras a mais. Nesse sentido a minha folha excel serve também de alerta.
Tenho usado esta estratégia e tenho me dado muitíssimo bem. Agora só me falta poupar um bocadinho todos os meses mas tem sido difícil dado a conjuntura económica.

Sem comentários:

Enviar um comentário