quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Lithium report

 
Taxi - "Sozinho"

Foi mais um dia que não chegou a ser. O lítio e o ácido volpróico fazem lentamente o seu trabalho e a minha alma vai voltando aos carris. Ando menos desfocada e já consigo concentrar melhor nas minhas diversas tarefas e atividades. Mesmo assim, para a perfecionista que existe dentro de mim, tudo está longe do desejável. 
É tão difícil explicar o que sinto, as pessoas entendem esta doença de uma forma tão diferente do que ela é. 
Uma depressão normal é uma cena de fora para dentro e isto é de dentro para fora. Não temos motivos exteriores para ficar tristes ou eufóricos. Essas sensações vem do nosso espírito ou como eu gosto de designar o nosso campo energético.
Há momentos em que me sinto tão sozinha.
Anseio pela noite porque sei que vou descansar e pelo menos por um período de tempo não vou ter de lutar contra a doença...nem comer como uma desalmada (a dose de olanzapina que estou a tomar faz de mim uma permanente sôfrega)

Sem comentários:

Enviar um comentário