segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Say my name!



Durante anos, muitos anos, mais anos do que aqueles que vou ainda viver estive gelada, comprimida e atrofiada.
Vagueava pela noite e dormitava de dia.
Não comia e o meu corpo rejeitava a comida.
Movia-me a café e à energia negativa que o meu corpo produzia.
Trabalhava, mexia-me, remexia-me e nada acontecia.
Tomava antidepressivos que pouco faziam.
Aos poucos a minha vida foi ficando um caos e eu nem me apercebia.
Por fim cai redonda de exaustão.
Fui recolhida e iniciei o tratamento correto.
Reergui-me e juntei as minhas armas, os meus truques, as minhas cenas positivas e estou a vencer. Por isso aqui estou, para transmitir que é possível ter uma excelente vida sendo bipolar. Que é possível ser mãe, uma educadora dedicada, uma profissional eficiente, uma pessoa interessante (acho eu) e acima de tudo feliz.

Say my name
As every colour illuminates
We are shining
And we will never be afraid again
Say my name
We are shining
Say my name
Say my name
And we will never be afraid again

Sem comentários:

Enviar um comentário