quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Quarta-feira | dia de correria


7:15  
Toca o despertador.
Tomar o pequeno almoço e dar uma taça de cereais ao mais pequeno.
Preparar os sacos do almoço e o do lanche da criança.
Acabar de arranjar a mochila da ginástica da mesma criança.
Verificar se ele já está vestido.
Sai a criança para a escola. O pai vai levá-lo.
Vou me arranjar toda linda e cheirosa. O tempo está cinzento mas as cores da minha roupa vão assustar e impressionar as nuvens.
Sair de casa a correr, apanhar congestionamento no nó da autoestrada, começar a trabalhar.
Almoço a correr em meia hora. 
Sair do trabalho. Ir a correr ao shopping comprar comida para o jantar.
Ir buscar a criança. Deixá-la no apoio.
Ir a casa deixar a tralha da criança, deixar as compras, lanchar. Ir à livraria encomendar um livro para a criança
Ir buscar a criança ao apoio.
Ir pôr a criança no piano. Ficar tentada em ter aulas de piano.
Ir para casa para a criança fazer os TPC.
Ir pôr a adolescente no ballet.
Ir para casa pôr a criança a tomar banho. Preparar a roupa para o dia seguinte. Pôr uma máquina de roupa a lavar.
Ir buscar a mais velha ao ballet. Dar dois dedos de conversa com a professora de ballet. Afinal ela é professora de ballet da minha filha há 13 anos e anda com o moral em baixo. Merece.
Ir para casa.
Fazer o jantar. Preparar a mochila da natação da criança mais pequena bem como o saco do almoço e a lancheira.
Jantar.
Pôr a loiça na máquina.
Telefonar aos pais que vivem a 300 km de distância.
Preparar o pessoal para ir para a cama. 
22:45
Ouvir uma história lida pelo mais pequeno. Cair para o lado e adormecer.

O pai chega a casa vindo da sua aula de mestrado. O pessoal dorme, a cozinha está meio desarrumada, mas a missão foi mais uma vez cumprida. Como qualquer mãe consigo chegar a quase tudo. Como qualquer bipolar deito-me cedo, pois é preciso descansar. No fim do dia, o balanço é positivo.
Amanhã é outro dia. Ligeiramente diferente deste mas basicamente é a mesma correria. 
O segredo é fazer tudo com prazer.

    

Sem comentários:

Enviar um comentário