domingo, 14 de outubro de 2012

Literatura antipsicotica

Nos dias em que andei psicótica tive imensa dificuldade em dormir não só pelos pensamentos que me assaltavam a mente, como pelos monstrinhos azuis fluorecentes que via no escuro.
Como era fim de semana, e só tinha consulta na terça-feira, tive de arranjar alguns truques.
Um deles foi ler para o meu filho, antes de adormecer, este livro:

 O Poeta e o Burro

O livro é sobre um poeta andaluz, o seu burro Platero e as suas aventuras pela Andaluzia de outra era. Para mim ler este livro ao meu pequeno é como viajar no tempo e no espaço. É como voltar a Sevilha, a Córdoba, a Granada e cruzar os campos de Lepe. E como o Algarve tinha o seu quê de Andaluz é também como voltar às tradições e hábitos da minha infância.
A história ficou a meio nessa noite. No entanto, adormeci serena e num sono reparador. 
Na manhã seguinte fui ao médico. Entre as minhas queixas, contei-lhe este truque ao qual a minha médica incentivou-me a fazer um post sobre ele.
Por isso aqui está  ele... Espero que ajude.

Sem comentários:

Enviar um comentário