sexta-feira, 6 de julho de 2012

Sono, muito sono

São oito horas. Eu sei isso porque o sino da igreja do outro lado do vale acabou de dar as oito badaladas. A aula de piano do meu filhote terminou. Está uma tarde calma e fresca de verão. Vou para casa mas antes ainda passo pelo Mc´Donalds para dar o jantar ao meu rebento.
Não estou deprimida mas o lítio, o ácido valpróico e a olanzapina prendem-me o ímpeto de fazer qualquer coisa. Não é preguiça, é apenas sono, muito sono. Todo o sono que não dormi nos anos em que vivi num estado de euforia.

Sem comentários:

Enviar um comentário